terça-feira, 24 de março de 2015

PISO SALARIAL PARA FARMACÊUTICO EM TODO O BRASIL

CONSULTE AQUI O PISO SALARIAL PARA FARMACÊUTICO  EM SEU ESTADO:

http://www.farmaceuticas.com.br/piso-salarial-farmaceutico-brasil/

sexta-feira, 20 de março de 2015

Unidade de Farmácia Popular rede Pública tem Portas Fechadas em Eunápolis



Fui a cidade de Eunápolis hoje e quando em visita a unidade de Farmácia popular do Brasil para compra de um antibiótico, percebi que não estava aberta e também não aparentava qualquer possibilidade de está funcionando. perguntei então a uma logista da localidade e ela então respondeu.
 - Já faz dias que não abre mais essa farmácia, ela foi fechada.
Fiquei pasmo! Então retornei para casa desacreditado e sem entender o porque de se desfazer de algo com fundamental importância para a população da região. 
Caros farmacêuticos!! 
Se somos um incomodo dentro da nossa função, então para quê deveríamos acreditar na possibilidade de recuperação da saúde de nosso município, estado ou país?
O Governo Federal repassa R$ 12.500,00 mensal de contrapartida aos municípios que possuem Farmácia Popular Pública e os medicamentos fornecidos são geridos pela FIOCRUZ. 
Espero que os municípios que abrirem mão deste benefício não deixem as unidades de saúde em falta dos medicamentos que fazem parte do elenco do Farmácia Popular Pública, pois mesmo que exista drogarias aderidas ao programa Aqui Tem Farmácia Popular no município o elenco fornecido por estas são bem menores que os das unidades de Farmácia Popular Pública. 

Acesse aqui e veja os medicamentos que fazem parte do elenco da Farmácia Popular Pública



Acesse aqui e veja o elenco de medicamentos das drogarias aderidas ao Programa Aqui tem Farmácia popular.

Programa MEDCASA tem deixado farmacêuticos baianos preocupados


O programa MEDCASA do Governo do Estado da Bahia que fornece medicamentos em casa para a população de grande parte dos municípios baianos, está sem funcionar desde o final do ano de 2014 e já preocupa os farmacêuticos responsáveis técnicos pelo mesmo nos municípios beneficiados. 
O programa fornece medicamentos para hipertensão, diabetes e planejamento familiar. 
Com a crise nos repasses financeiro do Governo Federal para os municípios e as dificuldades do estado em manter o fornecimento de contrapartida de medicamentos do elenco básico, o programa MEDCASA se tornou um meio providencial para o tratamento  e controle de doenças que mais acometem a população brasileira, como é o caso  da hipertensão e diabetes. 
Segundo justificativa dos coordenadores do programa, o motivo pelo qual o mesmo não está funcionando é devido a renovação do processo licitatório para contratação da empresa que fará a entrega dos medicamentos nas residências.
A duvida e incerteza dos farmacêuticos dos municípios que possuem o programa, é que, com a transição de governo muitas alterações foram feita no estado principalmente na área da saúde, o que não deixaria de ser uma possibilidade acabar com o MEDCASA.
Cabe aos farmacêuticos da assistência farmacêutica municipal de cada município e seus gestores tomarem medidas para que se solucione o problema, tendo em vista que o programa MEDCASA  tem como finalidade manter o paciente estabilizado e tem como principal alvo aquele paciente responsável e cuidadoso com o controle da doença.